O humor político na TV (ou a falta dele)

300px-Sigla_Raiot

O video abaixo faz parte do programa de TV “Bremmer, Bird and Fortune”, no ar desde 1999 pelo Channel Four inglês. A longevidade de um humorístico exclusivamente baseado em política é reflexo do nível cultural de um país. Por toda Europa, e mesmo em Portugal e na Argentina, programas humorísticos sobrevivem anos a fio a descascar governantes de plantão e minucias do dia a dia político.

Difícil pensar algo parecido no Brasil. Nos EUA, o canal Comedy Central apresenta o ótimo “The Daily Show with Jon Stewart”, cuja bancada faz parte do roteiro de campanha de candidatos à presidência. Em 2008, foi a melhor opção para acompanhar o processo eleitoral com isenção. Aliás, o formato telejornal de Stewart é fonte de informação mais segura que qualquer jornalão impresso ou televisivo. E, claro, digna de nota é a deliciosa Tina Fey, no “SNL”, interpretando Sarah Palin. Só não foi mais engraçada que a própria Sarah.

John Bird, do programa inglês, aparece também no documentário “Viva Zapatero” da comediante italiana Sabina Guzzanti. O filme é um auto-elogio de Sabina e sua batalha contra a censura da RAI às suas interpretações, entre outros, de Silvio Berlusconi, no programa “RAIot”. O documentário homegeia o líder espanhol por ter proibido a concentração da midia eletrônica. Na Itália, com Berlusconi no poder, a concentração é escandalosa.

“RAIot” foi tirado do ar antes do primeiro episódio, por seu humor virulento, incluíndo interpretações de figurões da própria RAI. Em determinado momento, a senhora diretora da emissora estatal italiana – em close – reclama: “Sabina me fez como um vesga”. Sabina é linda, sabia que ia ser censurada e assim o quis. O problema reside no fato de, ao contrário de Palin – e parodiando ela – Berlusconi não é mais engraçado que a interpretação de Sabina. O primeiro-ministro italiano tem responsabilidades verdadeiras.

https://www.youtube.com/tm0u4rypiG0

Um comentário em “O humor político na TV (ou a falta dele)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.