Love

2006-love.jpg

Meu pai me contou ter ouvido Beatles pela primeira vez numa barbearia. Imaginava essa cena como um privilégio. Uma tarde calma de sábado na remota cidade do interior, o cachorro desinteressado no canto, sem perceber o locutor anunciando a banda de garotos com cabelo em forma de tigela.

“Love”, mixado para um espetáculo do Cirque du Soleil, é como ouvir os Beatles pela primeira vez. John, Paul, George e Ringo entraram ontem no estúdio e gravaram as músicas que iam mudar a música. Claro, atrás do espelho estava sir George Martin. Aos 80, quase sem cabelos.

Ontem ouvi os Beatles pela primeira vez. Não vi nenhum cachorro. Meus cabelos brancos já não se escondem. Um privilégio.

Um comentário em “Love

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.